sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Médica do Sírio-Libanês é demitida após compartilhar dados sobre o estado de saúde de Dona Marisa pelo WhatsApp

- Atualizado em 03/02/17 às 07h46

Médica do Sírio-Libanês é demitida após compartilhar dados sobre o estado de saúde de Dona Marisa pelo WhatsApp

Mensagem se espalhou rapidamente em outros grupos do aplicativo

Foto: reprodução
Foto: reprodução
Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br
A médica reumatologista do Hospital Sírio-Libanês, Gabriela Munhoz, 31, foi demitida após compartilhar informações sobre o estado de saúde de Dona Marisa, em um grupo de colegas da faculdade, através do WhatsApp.
A médica enviou a mensagem horas após a internação da ex-primeira-dama, informando que ela tinha sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC).
A direção do Hospital Sírio-Libanês repudiou o ato de quebra de sigilo e informou em nota “ter uma política rígida relacionada a privacidade de pacientes”.
Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário