sábado, 27 de maio de 2017

'Se o povo da Bahia quiser, vamos estar na luta', diz ACM Neto sobre eleições de 2018

 www.adustinaadsa.com.

Noticias dos principais meios de comunicação da Bahia.

ACM Neto fala sobre possível candidatura ao governo do estado em 2018

Afirmação aconteceu durante um evento do Jovens Democratas que ocorreu neste sábado em Salvador

Durante evento do Juventude Democratas, ACM Neto fala sobre candidatura ao governo do estado (Foto: Ascom Democratas-BA)
Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br 
O prefeito ACM Neto (DEM) voltou a falar sobre uma possível candidatura ao governo do estado nas eleições que vão acontecer em 2018. A afirmação ocorreu durante o Encontro Estadual da Juventude Democratas, ocorrido na manhã deste sábado (27), no Hotel Golden Tulip, em Salvador.
“Se o povo da Bahia quiser, vamos estar na luta no ano que vem”, disse ACM Neto durante a abertura do evento. Ele ainda criticou a atual administração em relação a segurança pública. “A segurança pública em nossa terra faliu! Antes do PT havia enfrentamento correto, justo e honesto ao banditismo. Hoje somos reféns da violência que vitima milhares de baianos, principalmente, jovens, negros e pobres”, afirmou o prefeito de Salvador.
O Encontro Estadual da Juventude Democratas também contou com a presença de mais de 400 jovens que vieram de 68 cidades baianas, além de políticos importantes como o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM), o prefeito de Santo Amaro Flaviano Bonfim e o prefeito de Caculé Beto Maradona.
 
 
Sábado, 27 de Maio de 2017 - 14:40

'Se o povo da Bahia quiser, vamos estar na luta', diz ACM Neto sobre eleições de 2018

'Se o povo da Bahia quiser, vamos estar na luta', diz ACM Neto sobre eleições de 2018
Foto: Max Haack / Secom PMS
O prefeito ACM Neto (DEM) afirmou neste sábado (27) que atenderá o "chamado do povo baiano" pela sua candidatura nas eleições governamentais de 2018. "Se o povo da Bahia quiser, vamos estar na luta no ano que vem", disse em pronunciamento durante o Encontro Estadual da Juventude Democratas. "Há um clamor de mudança e renovação no coração dos baianos", completou. Neto ressaltou a existência de um desejo geral de se realizar em todo o estado o que tem sido feito na capital. "Quem vê Salvador hoje, depois dos últimos quatro anos, enxerga muitos avanços, consequência de trabalho e compromisso com a palavra. Não prometemos o que não podemos cumprir". O democrata aproveitou a ocasião para atacar o Governo do Estado, que estaria fazendo falsa propaganda de suas realizações. "Fico abismado com a irresponsabilidade dos gastos e mentiras contadas pelo governo nas peças publicitárias", criticou o prefeito. "A segurança pública em nossa terra faliu! Antes do PT havia enfrentamento correto, justo e honesto ao banditismo. Hoje somos reféns da violência que vitima milhares de baianos, principalmente, jovens, negros e pobres", acrescentou. ACM Neto anunciou ainda o lançamento, na próxima segunda-feira (27) do programa de investimentos Salvador 360. O plano contará com investimentos da ordem de R$ 3 bilhões para reativar a economia da capital, por meio de desburocratização, transformações urbanísticas, atração de novos negócios e geração de empregos. "Salvador sairá da crise antes do Brasil", garantiu.

Neto admite candidatura ao governo em 2018: vamos estar na luta ano que vem


Por Redação BNews | Fotos: Ascom / DEM
"Se o povo da Bahia quiser, vamos estar na luta no ano que vem", afirmou o prefeito de Salvador, ACM Neto, ao não descartar a possibilidade de disputar as eleições governamentais de 2018, em pronunciamento na abertura do Encontro Estadual da Juventude Democratas, na manhã deste sábado (27), no Hotel Golden Tulip, na capital baiana.
 
Diante de mais de 400 jovens de 68 cidades baianas, reunidos no evento, Neto afirmou que "há um clamor de mudança e renovação no coração dos baianos", assinalou o prefeito de Salvador.
 
Para ACM Neto, há um desejo geral de se realizar em todo o estado o que tem sido feito na capital. "Quem vê Salvador hoje, depois dos últimos quatro anos, enxerga muitos avanços, consequência de trabalho e compromisso com a palavra. Não prometemos o que não podemos cumprir".
 
 
Na oportunidade, Neto aproveitou para criticar o PT. "Mesmo com o país em crise, estamos inaugurando uma obra por dia, enquanto, em 12 anos, o governo estadual do PT não inaugurou uma nova escola em Salvador".
 
Afirmando que sua gestão na capital "não vende pedaço de terra na lua", ACM Neto observou que quem liga a tevê vê um estado maravilhoso, bem diferente da realidade das ruas. "Fico abismado com a irresponsabilidade dos gastos e mentiras contadas pelo governo nas peças publicitárias". Segundo ele, as obras estruturantes no interior não saem do papel, e serviços essenciais de saúde e educação não funcionam. "A segurança pública em nossa terra faliu! Antes do PT havia enfrentamento correto, justo e honesto ao banditismo. Hoje somos reféns da violência que vitima milhares de baianos, principalmente, jovens, negros e pobres

 

ACM NETO admite candidatura ao governo da Bahia durante encontro DEM

Prefeito ainda precisa se livrar das acusações da Odebrecht, em delação premiada
Pacheco Maia , da redação em Salvador | 27/05/2017 às 14:08
ACM NETO durante encontro da Juventude do DEM
Foto: PM
“Se o povo da Bahia quiser, vamos estar na luta no ano que vem”, afirmou o prefeito de Salvador, ACM Neto, ao não descartar a possibilidade de disputar as eleições governamentais de 2018, em pronunciamento na abertura do Encontro Estadual da Juventude Democratas, na manhã deste sábado (27), no Hotel Golden Tulip, na capital baiana.
 
Diante de mais de 400 jovens de 68 cidades baianas, reunidos no evento, Neto manifestou a sua satisfação de ouvir as vozes das ruas pedindo a sua candidatura a governador. “Há um clamor de mudança e renovação no coração dos baianos”, assinalou o prefeito de Salvador.
 
Para ACM Neto, há um desejo geral de se realizar em todo o estado o que tem sido feito na capital. “Quem vê Salvador hoje, depois dos últimos quatro anos, enxerga muitos avanços, consequência de trabalho e compromisso com a palavra. Não prometemos o que não podemos cumprir”.
 
Trabalho e compromisso com a palavra foram diferenciais apontados por Neto entre a gestão da prefeitura e do governo estadual. “Mesmo com o país em crise, estamos inaugurando uma obra por dia, enquanto, em 12 anos, o governo estadual do PT não inaugurou uma nova escola em Salvador”.
 
Afirmando que sua gestão na capital “não vende pedaço de terra na lua”, ACM Neto observou que quem liga a tevê vê um estado maravilhoso, bem diferente da realidade das ruas. “Fico abismado com a irresponsabilidade dos gastos e mentiras contadas pelo governo nas peças publicitárias”. Segundo ele, as obras estruturantes no interior não saem do papel, e serviços essenciais de saúde e educação não funcionam.
 
“A segurança pública em nossa terra faliu! Antes do PT havia enfrentamento correto, justo e honesto ao banditismo. Hoje somos reféns da violência que vitima milhares de baianos, principalmente, jovens, negros e pobres”, afirmou o prefeito de Salvador, criticando ainda a oportunidade desperdiçada de a Bahia crescer enquanto o Brasil se expandiu economicamente.
 
“Perdemos competitividade e capacidade de gerar emprego e renda no estado. Podíamos estar numa situação bem melhor”, disse Neto, ressaltando que o jeito democrata de governar é diferente. Para provar isso, anunciou o lançamento, na próxima segunda-feira (27) do programa de investimentos Salvador 360°.
 
O plano contará com investimentos da ordem de R$ 3 bilhões para reativar a economia da capital, por meio de desburocratização, transformações urbanísticas, atração de novos negócios e geração de empregos.
 
“Salvador sairá da crise antes do Brasil”, garantiu Neto, sendo aplaudido por todos do evento, que contou com a participação do deputado federal José Carlos Aleluia, do coordenador regional do DNOCS, Heraldo Rocha, dos vereadores Alexandre Aleluia e Maurício Trindade, além dos prefeitos de Santo Amaro, Flaviano Bomfim, e de Caculé, Beto Maradona. O s

ACM Neto se diz “abismado com o gasto em propaganda” do governo petista

Em palestra durante o encontro da Juventude Democrata, o prefeito ACM Neto não poupou críticas ao governo do Estado, que já serve de ensaio político ao que se anuncia sobre o que será a disputa em 2018. “Eu fico abismado com o gasto em propaganda e com a quantidade de mentiras que são divulgadas através da propaganda do governo do Estado. Eu fico assustado. Quando ligamos a TV, achamos que a Bahia está uma maravilha, a Saúde garante assistência social a todos, a gente pensa que as grandes obras no interior estão saindo do papel, a gente pensa que a Bahia cresce e se desenvolve, mas infelizmente, quem vive o dia a dia e a realidade no nosso Estado sabe que há uma diferença absurda entre o que a gente vê na propaganda e o que a gente vive no dia a dia nas ruas, não só em Salvador, mas em todo o Estado. Infelizmente, a Bahia hoje é um dos estados que mais cresce em índice de violência, a Segurança Pública faliu em nossa terra. A Bahia, que há alguns anos atrás se destacava em todo o Brasil pelo enfrentamento correto, justo e enérgico do banditismo e da violência que acabam vitimando, sobretudo, jovens, negros e pobres que moram na periferia. Essa é a realidade da Bahia”, critica Neto.
Para o democrata, o Estado perdeu a oportunidade de acompanhar o crescimento. “O Estado perdeu em termos de competitividade a sua posição econômica e a capacidade de geração de emprego e distribuição de renda. No Estado, infelizmente, a gente observa que na Educação em quase 12 anos de governo, eles foram incapazes de construir uma sala de aula, de edificar uma escola sequer. Essa é a realidade da Educação, não da propaganda. Quando se vê os dados concretos, se vê que, infelizmente, a Bahia poderia estar muito melhor. Por entender isso, é que nasce no coração dos baianos o sentimento cada vez maior de mudança, renovação e um novo pacto com o desejo de alternância de poder, o que será possível realizar o que estamos realizando em Salvador. Quem olha para trás, enxerga a Salvador de quatro anos atrás para a Salvador de hoje. Mesmo com os nossos adversários mais críticos e acalorados são obrigados a reconhecerem os avanços de Salvador e as conquistas para a nossa capital”, finaliza o democrata.

0 comentários:

Postar um comentário