domingo, 18 de junho de 2017

A última Cangaceira viva do bando de Lampião

 18/06/2017 às 14h38min - Atualizada em 18/06/2017 às 14h38min

A última Cangaceira viva do bando de Lampião

Aos 92 anos, dona Dulce é uma das últimas cangaceiras vivas. Aos 14 anos, ela militava ao lado de Lampião na luta contra a falta de emprego e a má distribuição de terras causada pelos fazendeiros. Ela andou 100 quilômetros a pé pelo nordeste com o cangaceiro "Criança", mas nunca precisou pegar em armas.

Dona Dulce escapou da emboscada que matou o bando de Lampião fugindo para Jeremoabo/BA onde por quase 80 anos manteve em segredo as aventuras vivida no cangaço ao lado do destemido Lampião e seu bando.

Veja reportagem exibida na Rede Record em 02/05/2015
https://youtu.be/wKTkRgTCM5M

A ÚLTIMA CANGACEIRA QUE AINDA ESTÁ VIVA - DULCE MENEZES

Por Francimary Oliveira
Essa é a Dona Dulce, última sobrevivente do combate de Angico, onde Lampião, Maria Bonita, e mais nove cangaceiros morreram. Hoje ela vive na cidade de Campinas-SP com familiares, tem 92 anos de idade, ainda lúcida. Embora sua participação no cangaço tenha sido pouco tempo, e sem muita expressividade, ela foi testemunha do último combate de Lampião.

Criança que foi companheiro de Dulce Menezes no cangaço

Esse é o cangaceiro Criança, que foi companheiro de Dulce Menezes no cangaço. No entanto, depois do cangaço, eles se separaram. Ambos reconstruíram suas vidas longe um do outro, e formaram novas famílias.


Esta foto é de Dulce Menezes (ex-cangaceira) quando de sua entrega às autoridades do nordeste brasileiro. 

Fonte: facebook
http://blogdomendesemendes.blogspot.com

http://meumundojosemendespereira.blogspot.com.br

0 comentários:

Postar um comentário