segunda-feira, 24 de julho de 2017

Lúcio Vieira ataca Rui: inaugura cisterna como se fosse uma grande adutora

Lúcio Vieira ataca Rui: inaugura cisterna como se fosse uma grande adutora


Por Redação BNews | Fotos: Juarez Matias//Arquivo//BNews
O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) não economizou nas críticas ao governador Rui Costa (PT) ao falar do modo de governar do petista. O parlamentar, aliado do prefeito ACM Neto (DEM), diz que o chefe do Executivo estadual é "uma grande pessoa", mas que é preciso separar o pessoal do profissional.
Em entrevista ao jornal A Tarde, Lúcio Vieira afirma que o governador "utiliza pouco" a força da bancada de deputados federais baianos em Brasília. Questionado se faltaria diálogo entre Rui e a bancada, Lúcio foi taxativo: "na minha opinião, falta vontade". "Com todos os defeitos que diziam de Antônio Carlos Magalhães, ele usava a bancada como ninguém, porque ele tinha vontade. Ele tinha um amor pela Bahia. Nessa hora, ele não queria saber se que iria ajudá-lo era adversário ou não. Acho que é assim que tem que ser feito", aconselhou o peemedebista.
"Vejo, aqui [em Brasília], partidos políticos que com 10 ou 12 deputados ganham ministério, conseguem liberar isso, imagine se funcionássemos como bancada da Bahia. Teríamos condições de parar o Congresso. Não estou falando no sentido de chantagear, mas de discutir, de sentar à mesa", analisou Lúcio Vieira Lima.
Na avaliação do peemedebista, o governo Rui é de "médio para baixo". "Sabe explorar bem o marketing político. Consegue transformar uma inauguração de uma cisterna como se fosse uma grande adutora. Se gaba de ter feito 300 ou 400 viagens ao interior. Pega todas estas visitas e veja: o que ele fez durante estas ocasiões? É costume do grupo político dele dar ordem de serviço de licitação. Dar ordem de serviço para pedra fundamental. Inaugurar que é bom, não faz", disparou.

0 comentários:

Postar um comentário