terça-feira, 1 de agosto de 2017

Nilo desiste de vaga em majoritária e defende Wagner e Lídice para Senado

Nilo desiste de vaga em majoritária e defende Wagner e Lídice para Senado


Por Aparecido Silva
O ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PSL), admite que não tem condições de pleitear uma vaga na majoritária do governador Rui Costa (PT) nas eleições do ano que vem. Em conversa com o BNews, o parlamentar, que carrega o sentimento de injustiça por não ter sido o escolhido para a vice de Rui em 2014, afirma que pavimenta agora a possibilidade de ir para a Câmara dos Deputados.
"Eu não tenho vaga na majoritária. Sou uma pessoa que tenho pés no chão. Me senti injustiçado em não ser o vice na eleição passada, quando me considerava em condições políticas", pontuou.
Para o deputado, a chapa do governador Rui Costa deve ter como concorrentes ao Senado o atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, e a senadora Lídice da Mata.
"Reafirmo que não vejo chapa majoritária sem Lídice presente. Por todos os motivos. Primeiro: é uma senadora coerente. Segundo: o partido dela saiu muito bem na eleição do ano passado em cidades importantes do estado. Ela é uma pessoa que sempre esteve do nosso lado, politicamente ela é forte, vota contra Michel Temer seguindo os passos políticos do nosso grupo. Vou lutar politicamente para
Lídice e Wagner comporem a majoritária. Eu não vou pleitear", disse.
Destino partidário - Nesta segunda-feira (31), Nilo teve um almoço com a senadora Lídice da Mata e com o ex-secretário de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, ambos do PSB. O partido é uma das opções de destino para o deputado estadual.
O deputado diz que aguarda a reforma política para decidir se deixa o PSL. "Tenho quatro opções: ficar no PSL, ir para o PR, para o PSB ou para o Podemos", disse Nilo.

0 comentários:

Postar um comentário