quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Em votação sem surpresas, Câmara arquiva segunda denúncia contra Temer

Quarta, 25 de Outubro de 2017 - 19:30

Em votação sem surpresas, Câmara arquiva segunda denúncia contra Temer

por Bruno Luiz
Em votação sem surpresas, Câmara arquiva segunda denúncia contra Temer
Foto: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (25) o arquivamento da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, todos do PMDB. Apesar de a votação ainda não ter chegado ao fim, o governo conseguiu um número de “nãos” ao arquivamento que não pode mais ser alcançado por aqueles favoráveis ao prosseguimento da denúncia do ex-procurador-geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF). Temer e os ministros foram denunciados pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. A acusação foi elaborada com base nas delações dos executivos da JBS e também do operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro. Na manhã desta quarta, Temer passou mal e foi internado no Hospital do Exército, em Brasília, com obstrução urológica (leia aqui). A situação chegou a ameaçar a continuidade da votação. Outro fator que deixou a apreciação na berlinda foi o fato de o governo ter tido dificuldades para emplacar o quórum de 342 deputados para abrir os trabalhos. Uma articulação da oposição orientou os parlamentares da bancada a não registrarem presença em plenário. Somente no meio da tarde o número foi atingido, propiciando o início da votação. A primeira denúncia, apenas contra Temer, pelo crime de corrupção passiva, também foi arquivada pela Casa, em votação realizada no dia 2 de agosto (relembre).
Jailson Adustina compartilhou a publicação de O Tempo.
2 min ·
O Tempo

0 comentários:

Postar um comentário