quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Senado aprova uso de verbas de fundos constitucionais para revitalização de bacias hidrográficas

Rios: Nascente do rio real, no municipio de Adustina-BA


Barragem do povoado São Francisco, e nascente do rio real, localizada no município de Adustina-BA

Rio Real

  , 2017 às 14 h30
A nascente do rio real fica localizada na lagoa do São Francisco.

Rio Real
Descrição da Bacia:
O Rio Real está localizado entre os estados de Sergipe e da Bahia. Ele nasce na Bahia, no município de Adustina  e percorre até sua foz oito municípios de Sergipe: Poço Verde, Tobias Barreto, Riachão do Dantas, Cristinapólis, Itabaianinha, Tomar do Geru, Umbaúba e Indiaroba.
O rio faz parte do complexo estuarino Piauí-Real-Fundo. Os estuários dos rios Piauí e Real são os mais ricos em termos de manguezais e produção pesqueira de peixes e caranguejo-uçá no estado de Sergipe.
O clima da região é caracterizado por altas médias termométricas e por forte evaporação.

Principais Utilizações:
  • Irrigação;
  • Abastecimento Público;
  • Pesca;
  • Recreação.

Produtividade no Estuário do Rio Real:
O município de Indiaroba concentra os cinco empreendimentos de carcinicultura desta bacia, totalizando 52ha em produção.
Atividades Impactantes:
A bacia do Rio Real enfrenta problemas gerados por atividades agro-industriais e urbanas. A agricultura e a pastagem são as grandes responsáveis pelo processo erosivo, enquanto as atividades urbanas e industriais causam a poluição da bacia ao lançar substâncias nocivas.
Os manguezais sofrem com o desmatamento ocasionado pela agricultura, pela construção de habitações e estradas e pela ampliação de viveiros para aqüicultura (piscicultura e carcinicultura).  Essas atividades causam mudanças que acarretam a diminuição da produtividade desses ambientes, gerando, conseqüentemente, um declínio na qualidade de vida da população que dele depende.


Curiosidade:

Na área abrangida por esta bacia hidrográfica encontram-se inseridas duas Áreas de Proteção Ambiental.
Gruta São Francisco de Assis.


Fotos!!!
Igreja São Francisco de Assis.

Barragem municipal de Adustina,  que recebe as águas da nascente do rio real, na lagoa São Francisco, ao lado direito da Igreja.

 Escola São Francisco-Poço verde-SE, e residência do Sr. José Fontes Rabelo, no município de poço verde-SE

Residência do Sr. Aéreo Rabelo Fontes, no município de Paripiranga. 

Residência do Vereador Cristovão de Netinho

Salão comunitário,  localizado nos limites do município de Adustina


Igreja São Francisco, localizada nos limites do município de Adustina, mais é administrada pela paróquia de Paripiranga.

Aproveite agora para conhecer um pouco mais do município da Bahia que nasce um importante rio e veja fotos da nascente  Rio Real no povoado São Francisco, que  faz divisa com três municípios:Adustina/,Paripiranga, e poço verde e dois estados Bahia, e Sergipe..!

Histórico

Adustina
Bahia - BA

Histórico

Localizado em uma região de solo fértil, propício para agricultura, iniciou-se, em 1857, como uma pequena povoação de fazendeiros e agricultores, principalmente os Garcias D?Ávila e os Dantas Paz, que exploravam as culturas de milho e feijão.
No ano de 1905, Justino Correia de Andrade construiu uma capela e um cemitério. Padre João de Matos Carvalho e Justino Correia desentendem-se, em 1908, devido a documento referente à capela.
Em 1909, o Padre João de Matos reúne a comunidade e motiva a construção de uma outra capela, que foi, então, construída e doada por José de Souza e Antônio de Barros, em 1910. A 1ª missa foi celebrada a no dia 04/09/1910.
Em 22/10/1914 foi publicado em um jornal de Salvador (BA) a suspeita de ameaça de invasão e destruição da localidade de Adustina, o que não aconteceu por intervenção do Padre João de Matos.
Em 1915, ocorre a expansão da povoação de Adustina, que contava, então, com 200 casas.
Em 1938, foi elevada à categoria de Distrito com o nome de Bonfim de Coité.
Na decada de 1960, registrou-se novamente a expansão do povoado, e foi construído o açude público pelo DENOCS
O ano de 1980 foi marcado pelo início da mecanização e do investimento na agricultura.
Quando de sua chegada ao Município de Paripiranga, o professor Francisco de Paula Abreu, estudioso do Latim, observando as peculiaridades da região denominou o Povoado de Bonfim do Coité de Adustina, palavra origem latina: adusto = fértil e tina = terra, ou seja, ?Terra Fértil?.

Gentílico: adustinense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Adustina, pelo Decreto-Lei Estadual nº 11089, de 30-11-1938, subordinado ao Município de Paripiranga.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o Distrito de Adustina figura no Município de Paripiranga.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o Distrito de Adustina permanece no Município de Paripiranga.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1988.
Elevado à categoria de município com a denominação de Adustina, pela Lei Estadual nº 4851, de 05-04-1989, desmembrado de Paripiranga. Sede no antigo Distrito de Adustina. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-06-1989.
Em divisão territorial datada de 1991, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte:www.adustinaadsa.com/fotos:Jailson Rodrigues do Nascimento.

0 comentários:

Postar um comentário