sábado, 17 de fevereiro de 2018

Lampião faz homenagem a terra natal de Adustina

O Rei do Cangaço ganha corpo, voz e livro

Gelza Reis Cristo, nascida no Nordeste e radicada em São Vicente, lança volume em que aproxima Lampião de Antônio Conselheiro

15/09/2015 - 14:37 - Atualizado em 15/09/2015 - 14:51Resultado de imagem para O Rei do Cangaço ganha corpo, voz e livro Gelza Reis Cristo, nascida no Nordeste e radicada em São Vicente, lança volume em que aproxima Lampião de Antônio Conselheiro
Na performance , Gelza reproduz as vestes e os trejeitos de Lampião

Para a escritora e poeta Gelza Reis Cristo, falar do cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva (o Lampião, 1897-1938) e do líder espiritual Antônio Conselheiro (1830-1897) é tocar em memórias profundas de sua infância em Adustina, antiga comarca de Paripiranga, no sertão da Bahia. 
A região em que Gelza nasceu, cresceu e amargou com a fome e o analfabetismo até os 16 anos, é conhecida como Polígono das Secas, e aparece em livros que abordam o bando de Lampião (que atuou no Nordeste entre as décadas de 1920 e 1930) e a Guerra de Canudos (que durou de 1896 a 1897).

domingo, 20 de setembro de 2015

Lançamento do Livro - Lampião é Filho de Santo Conselheiro – Cangaceirismo e Misticismo

O Rei do Cangaço ganha corpo, voz e livro



Fruto de uma pesquisa de seis anos no chamado Polígono das Secas, no Norte da Bahia, e a partir da análise dos romances Pedra Bonita (1973) e Cangaceiros (1999), de José Lins do Rego, a escritora nordestina radicada em São Vicente Gelza Reis Cristo lança o livro Lampião é Filho do Santo Conselheiro _ Cangaceirismo e Misticismo. O lançamento ocorreu no último sábado (19), às 16 horas, no Museu Histórico da Cidade (Rua Frei Gaspar, 280, São Vicente).

Veja mais detalhes do lançamento na matéria do Jornal A Tribuna.


segunda-feira, 21 de setembro de 2015

LAMPIÃO é filho do santo conselheiro vendas



Carta de apresentação Lampião
Pode um homem matar e matar por diversas vezes; durante 21 anos como um fugitivo e ainda permanecer um líder imortal para o seu povo?
Com a leitura atenciosa de mais de 30 livros jornais e revistas encontramos no acervo sobre Virgolino Ferreira da Silva, o Lampião, mais de 170 obras sobre o cangaceirismo no Brasil. Os melhores documentos sobre o assunto não investigaram o fato da herança de Lampião ter vindo de um povo carente um século antes do cangaceirismo. E porque a mesma região do Nordeste do Brasil necessitava tanto de um líder? A maioria dos autores se preocupou na divulgação do enredo sobre a violência e em que localidade a atrocidade ocorria.
Porém encontramos o livro mais confiável sobre o General do Sertão: LAMPIÃO O REI DOS CANGACEIROS de Jaynes Bill Chandler com uma documentação vasta e preciosa. No entanto o diferencial do livro dessa autora nordestina do “polígono das secas” se apresenta pelo fato de 76 anos depois da morte do ícone sertanejo, ela apresentar ineditismos e um movimento contado da realidade a ficção por meio de duas obras de ficção de um autor regionalista que viveu o movimento e era natural do Nordeste no centro do movimento. Pesquisas, fotos e depoimentos marcam o relato científico dessa autora que é fonte de Lampião e seu bando.
            Em 2013 publicou pela APED, Rio de Janeiro, a sua antologia poética Maré da Lua com reconhecimento literário em jornais e programas televisivos.
Em 2011 concluiu o curso de pós-graduação, uma especialização em Língua Portuguesa pela UNICAMP de Campinas São Paulo. É formada em Letras pela UNISANTOS.
Participou ao longo de sua carreira de vários programas de televisão com o propósito de divulgar a sua literatura.
Tem trabalho publicado no AMAZON SAT: uma análise completa do poema em linha reta de Fernando Pessoa.
Em 2008 lançou um livro de culinária com uma novela ficcional. Esta obra é uma experiência profissional da autora contendo dezoito anos no mercado informal de quitutes e triviais.
Em 1999 editou independente seu primeiro livro “Meu Universo Interior I” Ed. Scortecci. No dia 11 de setembro de 1999 durante o lançamento do mesmo iniciou uma campanha individual contra a AIDS que percorreu litoral e também o Nordeste
Iniciou carreira literária em 1996, com a publicação de poemas e crônicas na antologia “A Lua e a Pena”, a qual teve quatro edições. Outras produções e antologias, tais como: “Momento do Poeta” Secretaria de Cultura de São Vicente Coletânea Acalanto Ed. Taba Cultural – RJ Coletânea Almas Densas Barra Bonita/SP e Antologia de Poesias, Contos e Crônicas Ed. Scortecci.
Portanto, todo o currículo da autora é fruto dos seus esforços; com exceção de várias apresentações em tvs locais na época dos lançamentos assim como divulgações em jornais. Em todos os lançamentos a autora realiza performances para o seu público. Na escolas públicas onde a professora escritora já realizou vários projetos e apresentações teatrais com os seus alunos. Divulga o seu trabalho também pela Academia Vicentina de Letras Artes e Ofícios “Frei Gaspar de Madre de Deus” onde é membro efetivo. E também pelo blogger: http.:gelzart.blogspot.com

0 comentários:

Postar um comentário