sexta-feira, 2 de março de 2018

Prefeitura esclarece sobre homem que tentou atear fogo no corpo


Prefeitura de Dias d'Ávila (Foto: Divulgação )

A prefeitura de Dias d’Ávila emitiu nesta quinta-feira (1º) uma nota oficial esclarecendo sobre a tentativa de suicídio, por parte de um prestador de serviço que teria uma dívida antiga para receber da prefeitura. O caso acorreu no prédio da prefeitura, na manhã de ontem.
Conforme a nota, Anderson de Jesus Almeida possui contrato com o Executivo Municipal para prestação de serviços de lavagem e manutenção de veículos, porém, as obrigações do prestador, sobretudo as previstas em edital e contrato, não foram cumpridas, o que acarretou em interpretações equivocadas e atrasos no pagamento.
De acordo com a prefeitura, o fornecedor resta receber menos de 10% do valor total dos serviços prestados, processo do qual encontra-se em análise e deverá ser concluído nos próximos dias.
Ao final do documento, a prefeitura se solidariza com o envolvido e todos os familiares pela exposição e coloca a Rede Assistencial a disposição.
Confira a nota na íntegra:
Em atenção ao fato ocorrido na manhã desta quinta-feira, 01 de março de 2018, e veiculado na imprensa e redes sociais, o Governo Municipal em respeito à sociedade vem a público esclarecer que:
1- Primeiramente lamentamos que pessoas e /ou veículos de comunicação propaguem matérias com conteúdo que não condizem com a realidade dos fatos. Em tempo, nos solidarizamos com o envolvido e todos os familiares pela exposição.
 2- O cidadão de iniciais A.J.A., possui contrato com o Executivo Municipal para prestação de serviços de lavagem e manutenção de veículos. Como toda celebração de contrato com o Poder Público Municipal, as responsabilidades e obrigações contratuais são mútuas, sobretudo no que concerne a liquidação de despesas. Muito embora reconhecermos o passivo financeiro por hora existente, as obrigações do prestador, sobretudo as previstas em edital e contrato, não foram cumpridas, o que acarretou em interpretações equivocadas e atrasos no pagamento.
3- O prestador dos serviços teve dificuldade em atender as exigências fiscais, devido ter solicitado alterações na empresa. Com irregularidades na documentação, houve demora em repassar as notas do período Junho/dezembro para faturamento dos serviços prestados. As entregas de todas as notas pendentes só foram feitas em dezembro/2017.
4- Como ato protocolar, o Poder Público Municipal, antes de executar qualquer que seja o pagamento, o processo deverá transitar e ser liberado pelos setores competentes. Nesse caso em específico, os setores, após receberem as notas fiscais, fizeram pontuações na perspectiva de dirimir eventuais dúvidas e dar máxima segurança e o rigor técnico necessário para efetivação da liquidação da despesa.
5 - Apesar de todas dificuldades enfrentadas, atualmente o fornecedor resta receber menos de 10% do valor total dos serviços prestados, processo do qual encontra-se em análise e deverá ser concluído nos próximos dias.
6- Após pressões externas, que não cabem a nós fazermos absolutamente nenhum julgamento, A.J.A., protagonizou um fato, onde ameaçou atentar contra a própria vida. Por questões de segurança, foi acionado a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiro, a Defesa Civil, equipe do SAMU, médico, enfermeiros e psicólogos para instituir o protocolo e as providencias técnicas para pacientes em situação de sofrimento mental.
7- Em função do excelente trabalho dos profissionais que atuaram diretamente na assistência ao cidadão, a situação foi mediada e resolvida sem absolutamente nenhuma intercorrência. Na oportunidade, reiteramos a nossa solidariedade ao A.J.A., colocamos a nossa Rede Assistencial inteiramente a disposição para o que for necessário e repudiamos com veemência a tentativa de criação de factoides políticos diante de situações de sofrimento e dor.

Dias d’Ávila, 01 de Março de 2018.

Assessoria de Comunicação 
PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAS D’ÁVILA

0 comentários:

Postar um comentário