sexta-feira, 24 de agosto de 2018

TRT homologa acordo e governo garante pagar plano de saúde de ex-funcionários da Cesta do Povo

Justiça




TRT homologa acordo e governo garante pagar plano de saúde de ex-funcionários da Cesta do Povo

Indenizações individuais terão o valor médio de R$ 1,6 mil por colaborador
Loja 271 Adustina/Nordeste da Bahia semiárido nordeste II

Foto : Jailson Rodrigues / www.adustinaadsa.com
Por Matheus Simoni no dia 24 de Agosto de 2018 ⋅ 17:20
O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5) homologou hoje (24) o acordo coletivo proposto no âmbito da ação civil pública de autoria do Ministério Público do Trabalho (MPT), que estabelece o pagamento de indenizações no valor médio de R$ 1,6 mil por colaborador, além da manutenção do plano de saúde dos servidores da Empresa Baiana de Alimentos.
O processo foi aberto em 2016 e, inicialmente, pedia que os 1,7 mil funcionários demitidos fossem realocados na Ebal, que era comandada pelo governo do Estado.
Segundo o edital de desestatização, quem adquirisse os direitos da companhia deveria manter apenas 50% do efetivo e 50% das lojas em funcionamento. No entanto, o processo ocorreu sem a devida comunicação aos empregados. Muitos deles eram concursados e outros foram demitidos aos poucos. As audiências aconteceram pela manhã, no auditório do Pleno, no TRT.
Cerca de 300 processos trabalhistas tramitavam no TRT5, independentemente da Ação Civil, relativos a parcelas indenizatórias e outros direitos.
A Ebal já propôs R$ 18 milhões para serem pagos em parcelas de R$ 700 mil, no prazo de três anos.

0 comentários:

Postar um comentário