sábado, 29 de setembro de 2018

Com vaga em Mundial de Karatê na Bélgica, baiano faz campanha para bancar viagem

Sábado, 29 de Setembro de 2018 - 00:00

Com vaga em Mundial de Karatê na Bélgica, baiano faz campanha para bancar viagem

por Leandro Aragão
Com vaga em Mundial de Karatê na Bélgica, baiano faz campanha para bancar viagem
Foto: Arquivo pessoal
O atleta baiano Matheus dos Santos, de 19 anos, está entre os convocados pela Federação Brasileira de Karatê para fazer parte da delegação que vai disputar o Campeonato Mundial da modalidade entre os dias 17 e 18 de novembro, cidade de Liége, na Bélgica. No entanto, sem condições para bancar as despesas da viagem, o morador da cidade de Santo Antônio de Jesus iniciou uma campanha na internet (clique aqui) para arrecadar o dinheiro necessário para representar a Bahia e o Brasil na Europa.

"Na verdade, estou precisando de cerca de R$ 10 mil", disse em entrevista ao Bahia Notícias. "Nesse valor está incluso as passagens aéreas para São Paulo e para Bélgica, hospedagem, alimentação, material que vou precisar comprar lá, translado do hotel para a cidade do evento... Ah, está incluso também a inscrição no campeonato e o uniforme da seleção que a gente tem que comprar", completou.

Matheus conseguiu vaga no Mundial da Bélgica ao ficar na segunda colocação em kumitê do Campeonato Brasileiro de Karatê, disputado entre os últimos dias 7 e 9 de setembro, na cidade cearense de Maracanaú. Kumitê é a modalidade de luta de combate no Karatê. Numa competição da modalidade, os karatecas também podem disputar no estilo katá, que é a sequência de movimentos. No torneio belga, ele vai competir nas duas modalidades. No katá, ele disputará na categoria sub-21 faixa preta. Já no kumitê, ele vai à luta na categoria até 60kg faixa preta sub-21.
Matheus dos Santos (de azul) lutando no Brasileiro | Foto: Arquivo Pessoal

O baiano começou a praticar Karatê aos três anos e meio por incentivo do pai, que é praticante há cerca de 40 anos, faixa preta quinto dan e fundador da academia Associação Providência Karatê Clube. Matheus se formou faixa preta com 12 anos pela Federação Baiana de Karatê do Estilo Shotokan e Federação Brasileira de Karatê.
Matheus e o pai | Foto: Arquivo Pessoal
As conquistas, troféus e medalhas são coisas comuns na carreira do jovem karateca. Ele foi campeão baiano pela primeira vez aos cinco anos. O primeiro título brasileiro veio em 2007. De lá para cá, já ganhou o nacional mais quatro vezes. Além disso, soma oito conquistas estaduais e foi campeão norte-nordeste uma vez.
Foto: Arquivo Pessoal
Matheus disputa as competições tanto no katá quanto no kumitê. A maioria dos seus títulos foi na primeira modalidade. Mas ele conta que tem evoluído nos combates.

"Há três anos, eu venho tendo um grande desenvolvimento em kumitê que resultou em um título Norte-Nordeste, na vaga da seleção baiana em competições nacionais, além de técnico da seleção baiana de karatê em kumitê no Brasileiro em Curitiba em 2017. E tenho ajudado a Bahia a ficar entre as três maiores equipes em 2017 e 2018", falou.
Foto: Arquivo Pessoal

0 comentários:

Postar um comentário