quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Geraldo Júnior eleito presidente da CMS: “vamos dar continuidade ao brilhante trabalho desenvolvido por Leo Prates”

Geraldo Júnior eleito presidente da CMS: “vamos dar continuidade ao brilhante trabalho desenvolvido por Leo Prates”

Após a votação na sessão solene da tarde desta quarta-feira (31), os vereadores eleitos para cargos da Mesa Diretora para o biênio 2019/2020 revelaram as expectativas para o desenvolvimento dos trabalhos legislativos na Câmara Municipal de Salvador. Os legisladores defenderam ações que garantam o fortalecimento da autonomia e da independência do Poder Legislativo. “É um desafio muito grande presidir esta Casa Legislativa. Vamos dar continuidade ao brilhante trabalho desenvolvido pelo atual presidente Leo Prates (DEM), mantendo, acima de tudo, autonomia e independência entre os poderes”, prometeu Geraldo Júnior (SD), que foi eleito presidente da Câmara nesta quarta-feira.
Além de Geraldo Júnior, a Mesa Diretora da Câmara será composta pelos vereadores Kiki Bispo (PTB) – 1º vice-presidente; Isnard Araújo (PHS) – 2º vice-presidente; Joceval Rodrigues (PPS) – 3º vice-presidente; Carlos Muniz (Podemos) – 1º secretário; Orlando Palhinha (DEM) – 2º secretário; Téo Senna (PHS) – 3º secretário; Ana Rita Tavares (PMB) – 4ª secretária; Duda Sanches (DEM) – corregedor; Aladilce Souza (PCdoB) – ouvidora; e Daniel Rios (MDB) – ouvidor substituto.
Chapa vitoriosa / Eleito 1º vice-presidente, Kiki Bispo prometeu ser “um soldado” da nova gestão.“Vamos continuar a fazer um trabalho em prol da Casa, pelo fortalecimento e modernização do Legislativo. Quem ganhará com isso é a cidade do Salvador”, afirmou.
Para Carlos Muniz, o 1º secretário da chapa vitoriosa, “é de fundamental importância que a transparência e independência do legislativo sejam preservadas”. De acordo com o vereador do Podemos, os projetos de interesse da cidade “precisam ser encarados como prioridade”.
A Corregedoria ficará sob o comando do vereador Duda Sanches, que revelou otimismo em relação aos trabalhos nos próximos dois anos. “É uma das mesas diretoras mais qualificadas dos últimos tempos. Enquanto corregedor, trabalharei para que mantenhamos a boa relação entre os vereadores e entre a Câmara e as demais instituições”, declarou.
Eleita pela segunda vez para assumir a Ouvidoria, Aladilce Souza prometeu dar continuar o processo de aproximação da Câmara com a população de Salvador. “Esta Casa é do povo. Espero contribuir para que estejamos cada vez mais perto dos nossos cidadãos, fortalecendo a autonomia, independência e transparência deste Poder Legislativo”, destacou.

0 comentários:

Postar um comentário